27.dezembro.2009

A saliva de Beatriz ainda escorria pelo corpo do marido quando deixou de amar.

.

.
..

Anúncios

Som de esperar

16.dezembro.2009

Tic

Tac

Tic

Tac

Tic

Tac

Ti

Que

Aqui.


o mocinho falou pra mocinha e foram felizes para sempre (haaá, os livros…)

7.dezembro.2009

Hoje eu vou. Porque se não for com você não há de ser com ninguém. Como um rio que corre trombando na margem e perdendo um pouco de si pelo caminho, eu vou, vou como esse rio desaguar no seu mar. É ali que quero me banhar. Ainda que as vezes eu resista. Me irrite ou não me entregue. Ainda que eu seja por de mais ensimesmado. Desculpa, o acaso me fez assim. Um velejador com medo de perder o controle de seu barco, um velho turrão que ignora inclusive o poder do vento e achando que pode trilhar o caminho que quiser, atravanca, sem saber qual caminho quer. Hoje eu vou me banhar em você. Pois é seu mar quem vai me navegar.

Do seu.


1.dezembro.2009

Um dia ele acordou com tanto sono

Mas taaanto sono

Que esqueceu que era triste,

Beeem triste.

Tomou um copo d’água fria

Não muuuito fria

Olhou para sua mulher como nunca tinha olhado

Deu bom dia pros filhos como se nunca tivesse dado

E saiu pro trabalho, apressado, como se tivesse esquecido algo…