embaixo d’um céu negro

25.novembro.2009

-se gruda em mim.

-meu bem, nao seja assim. Seja assado!

-Porco! eu nao sou salsicha.

-achei que ai dentro coubesse tudo. todos os restos.

-não quero restos. E tenho espaços privados que nem você me deixaria mexer.

-você é como cola.

-sem mim você não sai da escola. vai viver a se repetir.

-eu to cansado. preciso de algo novo.

-compre um tênis.

-qualquer um me serve. eu quero ser único pra você.

-não seja grosso. você ainda é moço e não entende muito bem.

-o que há pra entender?

-você esta a se repetir! se gruda em mim pra descobrir!

-assim, assim?

-você é um bolha. carrega essa rolha atoa.

-você só diz e quer coisas da moda.

-cuidado, a moda roda. então nao amola.

-sei disso, por isso não grudo. pra não amar a e depois perder.

-assim é o mar.

-e eu quero o oceano todo.

-com todos as merdas e mijos de crianças?

-é de criança que tudo vem. Os medos, desejos, dasajeitos e blablablá.

-com todos os corais que morrem todos os dias?

-com os que nascem também.

-não é tempo de florescer. é tempo de fenecer.

-não, se o meu tempo for com você.

(fez-se um silencio bonito de ver, ainda que o tempo -fechado- não ajudasse)

-e todos os modismos?

-todos os abismos…

-abalos sísmicos…

-virão, tomaram um pouco de ti, um pouco de mim e transformarão o que está.

-mas se o meu tempo for com você, há de existir uma vontade de não conta-lo.

Anúncios

Tá ti

2.novembro.2009

Tati trocalças

Tati trocasacos

Tati trocamisas e roupas.

Tati combina peças com outras

Pra criar efeitos diferentes das outras.

o

É na combinação

-que Tati-

tenta em vão

(como tentamos com as palavras)

criar sua autentica expressão.

O

Tati troca tanto

Que tá ti trocando

E nem ta notando. / Adeus pra’quem fica, oi pra’quem Ta(ti) entrando.

o

Tati ta tentada

pela tendência

a tentar, tentar, gastar, tentar, trocar, jogar, pegar

têm Tá cu los!